11 Alimentos Que Não Deve Dar ao seu Gato

Cada espécie tem uma dieta diferente e nem tudo o que nós comemos é apropriado para dar aos animais, podendo muitas vezes ser até altamente tóxico.


Embora seja mais prático e econômico dar os nosso restos aos animais de companhia, devemos ter em atenção que há muito alimentos que podem ter consequência sérias para a sua saúde do seu companheiro.

Os gatos em particular têm sistemas digestivos mais sensíveis do que os cães pelo que é necessária alguma cautela com as comidas que julgamos poder partilhar com eles.

Nem sempre o fato de as comidas serem-lhes apetecíveis significa que são seguras. É necessário ter cuidado e estar sempre atento a sintomas.

Veja também: Quais as frutas que os cães podem comer?

1. Peixe cru

O peixe cru contém tiaminase que a médio prazo pode criar problemas neurológicos nos gatos e até convulsões. Por estar cru o peixe traz também parasitas e bactérias que causam problemas digestivos e intestinais aos gatos traduzindo-se também muitas vezes através de vômitos e diarreias.

2. Atum

O atum em lata é um alimento muito atrativo para a maioria dos gatos mas quando consumido com frequência acaba por ser prejudicial. Os elevados níveis de mercúrio podem ter consequências graves. Da mesma forma o atum em lata que consumimos não contém muitos dos nutrientes que os gatos necessitam pelo que pode levar a malnutrição.

3. Cebolas, e alhos

Qualquer tipo de cebola, alho em qualquer forma (pó, desidratados, crus ou cozinhados ) em grandes doses ou tomados de forma regular causam envenenamento e provocam problemas gastrointestinais.

4. Chocolate

A teobromina presente no chocolate é um composto altamente tóxico para os gatos e cães provocando sintomas extremamente dolorosos podendo levar à morte. Vómitos diarreias, convulsões, tremores, hiperatividade elevação do ritmo cardíaco são alguns dos sintomas de alerta.

5. Ovo cru

O consumo frequente de ovo cru deteriora a saúde da pele e pelo pois inibe a absorção de vitamina B. Nos ovos crus existe também o perigo de salmonela e outros parasitas capazes de criar sérias inflamações no pâncreas.

6. Restos

Os restos das nossas refeições geralmente incluem aparas de gordura da carne e ossos. A gordura da carne, cozinhada ou não provoca problemas gastrointestinais nos gatos. Também os ossos são muitas vezes responsáveis por perfurações internas no trato digestivo.

7. Fígado

Uma dieta que inclua fígado regularmente pode levar ao envenenamento por excesso de vitamina A. Isto leva a um problema sério cujos sintomas incluem deformações ósseas e o desenvolvimento de osteoporose.

8. Uvas e passas

As uvas e passas são altamente nocivas para os gatos causando falhas renais que podem levar à morte.

9. Leite

Embora seja um dos alimentos preferidos dos gatos o leite que consumimos é altamente nocivo para os mesmos. O leite que consumimos regularmente possuí aditivos tóxicos para os gatos.

Para além disto, tal como todos os animais menos o Homem o sistema digestivo dos gatos torna-se intolerante à lactose à medida que ele cresce e o consumo regular de leite provoca diarreias, cólicas e outros problemas gastrointestinais.

10. Álcool

O álcool é extremamente tóxico para os gatos. Mesmo quantidades muito reduzidas causam enormes danos no cérebro e fígado. Duas colheres de whisky são suficientes para causar o coma num gato médio.

11. Xilitol

O xilitol é um edulcorante muito usado em gomas, pastilhas elásticas caramelos e rebuçados. Este composto provoca uma reação forte no organismo do gato causando uma libertação de insulina danificando o fígado e causando vômitos, descoordenação motora e cansaço.