Como Fazer Seguro para Celular

É de conhecimento público que o número de roubos vêem crescendo em todo o país, principalmente nas grandes capitais, onde as altas aglomerações a correria e até mesmo a distração das pessoas se tornam atrativos na hora de efetuar um roubo.


Uma pesquisa acabou analisando que mais de 12 mil aparelhos celulares foram roubados nas capitas dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Ainda de acordo com a pesquisa só na cidade de São Paulo o item aparece como o maior número de casos entre os furtos, sendo responsável por 66% dos itens roubados na capital paulista.

É por isso que muitas pessoas começaram a optar por uma prática que até então era desconhecida no mundo dos negócios, o seguro para celular. Antes os aparelhos que recebiam seguro eram os de empresas, assim como outros itens eletrônicos como os notebooks, mas agora o número de usuários individuais que procuram pelas segurados na hora de proteger seus aparelhos de roubos, furtou ou até mesmo perdas e danos.

Como Fazer Seguro para Celular

Na hora de realizar o serviço é importante que o usuário fique atento a algumas peculiaridades,como por exemplo se o aparelho vale o investimento que será gasto no seguro e também qual o tipo de cobertura a seguradora oferece, por isso é muito importante ler todo o contrato para depois não ter surpresas na hora de acionar o seguro.

Existe hoje no mercado dois modos de ser ter um seguro para o aparelho móvel. Um dos meios é pela própria operadora que já tem parceria com seguradoras e oferece o serviço a seus usuários ou entrar diretamente em contato com as empresas que fazem o seguro para celulares e fazer sua cotação com algum representante da empresa.

Quando feito pela própria operadora é possível que o usuário tenha algumas vantagens, que vão variar de acordo com seu plano e seguro e que podem ser até mesmo sorteios e vantagens como descontos.

Já no caso das seguradoras o serviço é feito independente da sua operadora e em alguns casos cobre até mesmo danos físicos aos aparelhos como queda, quebra de telas e acidentes na água.

Por isso é importante ficar atento ao tipo de cobertura oferecida pela seguradora, já que a maioria não cobre furto simples e nem mesmo danos físicos causados por descuido do proprietário do aparelho.

Vale a pena ter o seguro?

Normalmente o valor pago no seguro varia entre 10 e 15% do valor pago no aparelho celular que são parcelados em 12 vezes, validando o serviço por um ano. Assim como nos outros seguros vale lembrar que esse tipo de serviço também tem o valor da franquia, que será pago caso você acione o seguro e que pode ser de 10% a 20% do valor total de um produto novo no mercado.

Por isso antes de contratar o seguro reflita se vale a pena investir o dinheiro nesse tipo de serviço, e isso vai de acordo com o uso que você faz do aparelho e como é o seu cuidado com o celular. Calcule também qual a facilidade que você terá se precisar comprar um aparelho novo já que é comum no país que as operadoras ofereçam alguns benefícios para seus clientes pós-pago na hora de adquirir produtos e serviços.