Quais São os Sintomas das Plaquetas Baixas

O corpo humano é uma máquina perfeita. Tudo funciona em conjunto, nada exerce uma função separada no organismo. Sendo assim, as plaquetas também fazem parte do conjunto global que é o corpo humano.


Entre suas principais funções está a coagulação do sangue, o que é muito útil para evitar que ele fique “vazando” pelas extremidades do corpo e também quando uma pessoa se machuca e sangra: para evitar que o sangramento seja eterno, o sangue coagula e as plaquetas possuem papel fundamental nisso.

Um bom nível de plaquetas no sangue está entre 150 e 450 mil por milímetro cúbico de sangue.

As plaquetas são produzidas na medula óssea, ou seja, quando uma pessoa tem algum problema na medula ou possui leucemia, as plaquetas diminuem consideravelmente no organismo. Além de problemas na medula, existem outras causas para a diminuição das plaquetas no organismo humano.

Estas diferentes causas podem ocasionar diferentes sintomas das plaquetas baixas. Saiba quais são agora:

Sintomas das Plaquetas Baixas

cansaso-fadiga

Fadiga e cansaço

Os primeiros sintomas das plaquetas baixas são a fadiga e o cansaço. No entanto, por serem sintomas comuns a uma grande quantidade de doenças e outros problemas, é necessário avaliar bem a situação para diagnosticar uma pessoa com falta de plaquetas só por estes sintomas. A fraqueza e a tontura também podem aparecer e isso já agrava a situação. É importante fazer exames para ter um diagnóstico mais preciso.

dermatite-na-pele

Feridas e dermatites

Por conta das plaquetas baixas, é possível que a pessoa comece a apresentar pequenas erupções cutâneas ou ferimentos leves que sangram pouco, mas constantemente. Este já é um sintoma mais específico e geralmente costuma acompanhar hematomas na pele.

Os hematomas costumam aparecer quando a pessoa bate uma parte do corpo em algum objeto. É um tom vermelho ou roxo na pele que aparece no local da batida. No entanto, com as plaquetas baixas, os hematomas aparecem sem que haja batidas.

nariz-sangrando

Sangramentos

Como já dito, as plaquetas possuem a função de evitar sangramentos. Elas fazem isso ao ajudar o sangue a coagular sempre que ele for “vazar”. Portanto, um dos sintomas de plaquetas baixas é o início de sangramentos constantes em algumas regiões do corpo.

As gengivas e o nariz são os pontos mais comuns. No entanto, com níveis extremamente baixos de plaquetas (algo em torno de dez mil por milímetro cúbico ou menos) os sangramentos podem começar a ficar mais constantes e frequentes. Este pode ser o início de um quadro mais grave da deficiência.

pessoa-doente

Atrelamento a outras doenças

Algumas doenças como a Hepatite B, a Dengue e a Anemia estão associadas à falta de plaquetas no organismo e vice-versa. O estudo e o diagnóstico destas doenças e também da falta de plaquetas no sangue deve ser feito por um especialista, uma vez que o tratamento é bem específico e exige medicamentos controlados.

De qualquer forma, se você sente algum destes sintomas de plaquetas baixas, procure um médico. Ele indicará os exames corretos e fará a análise dos dados para saber se você possui realmente uma deficiência ou se você apenas precisa se alimentar melhor.

Veja também: Alimentos para subir as plaquetas

É importante não se medicar por conta e ter a certeza de que faltam plaquetas antes de iniciar um tratamento para não causar outros problemas no organismo.

Espero que tenha ajudado esse artigo. Se te ajudou então compartilhe! Quem sabe será útil para os seus amigos também.

Qualquer dúvida deixe um comentário.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube para mais dicas.