Como Perder Barriga de Forma Fácil

A gordura abdominal é uma verdadeira inimiga, não só das mulheres mas também de uma grande quantidade de homens no mundo inteiro. Isso por que é um dos locais onde a gordura é eliminada por último. Confira algumas dicas e exercícios de como perder barriga.


Muitas vezes acontece é que você já emagreceu o peso que você desejava, mas a tal barriguinha ainda não foi embora e continua atormentando a sua vida e a sua relação com a sua aparência.

Há também quem seja magro, mas apresente somente a temida gordurinha abdominal mostrando que esse acúmulo não tem qualquer relação com obesidade ou mesmo com sobrepeso.

A gordura abdominal é a infeliz consequência de certos hábitos ruis que você pode nem saber que são tão prejudiciais assim.

Esses hábitos, que afetam no tamanho da sua barriga, vão desde hábitos alimentares até mesmo falta de atividade física e também problemas de postura.

A boa notícia para isso é que tem solução e você pode agora mesmo começar a perder barriga, basta querer e se esforçar para isso.

Obviamente que o esforço é algo necessário pois receitas milagrosas e mágicas realmente não existem.

O que existem são propostas de resultados a curto prazo mas que fazem com que você ganhe o dobro de gordura depois.

Então saiba que para perder barriga nada como mudar os maus hábitos que levaram você a ter a temida barriguinha e tentar leva-los para o resto da sua vida podendo assim manter os resultados obtidos.

Dessa forma, além de um resultado maravilhoso você ainda levará esse resultado por toda a sua vida.

Então se você deseja saber como perder barriga e muitas outras coisas à respeito do assunto acompanhe essa matéria e descubra.

Os perigos da gordura abdominal

gordura-do-abdome-barriga

Pois é! Manter um corpo saudável sempre foi algo associado à boa forma física.

Embora isso não seja de todo uma verdade a certeza é que o acúmulo de gordura abdominal oferece, sim, riscos à sua saúde.

Você sabia que chega a 40% o número de brasileiros que estão acima do peso que deveriam, segundo o Ministério da Saúde? Pois é isso mesmo!

Embora não haja relação direta entre a boa forma do corpo e uma boa saúde, visto que pessoas magras também podem não ser saudáveis e ter maus hábitos, o fato é que o acúmulo de gordura na região abdominal é um verdadeiro risco a diversos fatores.

Saiba ainda que existem dois diferentes tipos de gordura abdominal.

A primeira delas é chamada de subcutânea e se localiza em frente aos músculos abdominais.

O Segundo tipo é chamado visceral e se acumula atrás dos músculos entre os órgãos internos.

Os dois tipos de acúmulo de gordura podem oferecer sérios riscos à saúde mas alguns estudos apontam que a gordura visceral pode ser mais perigosa que a subcutânea.

O fato é que não importa o tipo, a gordura abdominal é muito prejudicial à saúde e pode causar o aumento do risco de desenvolver uma série de doenças, como doenças cardiovasculares e também a diabetes.

A gordura localizada na região do abdômen é então considerada um fator de risco para diversas doenças e está intimamente associado a efeitos sobre o corpo como baixos níveis de HDL (bom colesterol), altos níveis de triglicerídeos, elevação dos índices glicêmicos graças ao desenvolvimento de resistência à ação da insulina (diabetes), crescimento da gordura hepática dificultando a produção e regulagem de hormônios e também vitaminas e outras substâncias que atuam no metabolismo.

Além disso tudo o acúmulo de gordura abdominal ainda pode causar hipertensão arterial tendo em consequência da viscosidade do sangue, que fica maior, além de muitos outros problemas que ainda podem ser causados em consequência das doenças de origem.

Sem esquecer ainda que o acúmulo de gordura visceral é tido atualmente como um dos principais fatores de risco no caso de doenças como o infarto do miocárdio e também do acidente vascular cerebral, o AVC.

Isso tudo por que esse acúmulo tem como consequência o espessamento das artérias e a formação de placas de gordura que acabar se desprendendo e obstruindo vasos, causando sérios problemas.

Qual é tamanho ideal da barriga?

como-perder-a-barriga

Para ter certeza de que a gordura abdominal pode estar comprometendo de fato a sua saúde a dica é recorrer à fica métrica.

Para as mulheres o melhor é que a medida do abdômen não passe de 88cm.

Já para os homens é importante que essa medida não ultrapasse os 102cm.

A medição deve ser realizada no ponto médio ente a última costela e a crista ilíaca, ou seja, entre a última costela e o topo do osso da bacia.

Embora existam diversas opções de exames por imagem, como tomografias, que permitam ver precisamente a gordura a medição com fita é muito segura, simples e extremamente confiável.

Caso na sua medição os valores estejam acima desses citados aqui é preciso saber que sim, existem riscos de desenvolver as doenças relacionadas ao acúmulo de gordura abdominal que já citamos aqui acima.

Nesses casos o ideal é começar o quanto antes a tomar medidas para a redução dessas medidas, ficando alerta para conseguir isso através de uma boa dieta e também da prática de atividades físicas.

Então para saber como perder barriga a primeira coisa que você precisa saber é que essa ação deverá passar por uma mudança no seu estilo de vida.

Praticar atividade física, ter uma alimentação correta e saudável e cuidar adequadamente da postura são apenas alguns passos no caminho para perder barriga.

Vamos continuar aprendendo então e descobrindo tudo que precisamos saber sobre como perder barriga. Continue lendo essa matéria e tire todas as suas dúvidas.

Então, como perder barriga?

como-perder-barriga-rapido

Como perder barriga” é, sem dúvida, uma das perguntas mais realizadas na internet, tendo diversos tipos diferentes de respostas, inclusive, algumas bem controversas.

O fato é que existe um monte de artigos levianos, com dicas inventadas e que prometem um resultado que não é nada mais do que uma ilusão e que podem acabar prejudicando a sua saúde.

A primeira coisa que você precisa saber é que, embora a atividade física seja algo fundamental para perder barriga, você não precisa necessariamente gastar, nem seu tempo nem seu dinheiro, com academias e exercícios chatos e maçantes.

Aliás é muito provável que você já tenha tentado comer muito pouco e andar uma hora por dia na esteira e que o resultado tenha sido muito aquém do que você esperava e isso fez você desistir. Está correto?

Pois é! Isso por que o nosso corpo é algo incrível e tem mecanismos para nos proteger.

Um desses mecanismos é o acúmulo de gordura que serve como um estoque de energia para quando passamos longos períodos sem nos alimentarmos.

Isso é ainda pior quando apelamos para dietas altamente restritivas pois botamos nosso corpo em sinal de alerta fazendo com que ele atue estocando tudo o que pode para que a gente não morra de inanição.

Então para perder barriga de uma forma eficiente e duradoura você precisa aliar a prática das atividades físicas corretas com uma alimentação saudável e alimentos que potencializem esses resultados.

Então fique atento, continue acompanhando esse artigo e vamos ver o que que você deve fazer para perder barriga.

Exercícios para perder barriga

Pois bem! A primeira coisa que você precisa saber sobre os exercícios para perder barriga é que não existem somente um que funciona. Entretanto é imprescindível combiná-los para ter o melhor resultado possível.

Assim o que você deve fazer é combinar atividades aeróbicas de alto impacto com exercícios localizados na região do abdômen.

Assim, ao passo em que você queima gordura você adquire massa magra, deixando sua barriga mais sarada e menos flácida.

Primeiramente é fundamental fazer exercícios aeróbicos, porque eles fazem com que você gaste mais calorias em menos tempo de prática.

Em segundo lugar, não se pode deixar de fazer exercícios específicos para esse fim! Abaixo descrevemos alguns, veja:

exercicios-rapidos-perder-barriga-01

Abdominal curto com o apoio dos pés a 90 graus – Deite-se de costas no chão, levante e flexione os joelhos até eles se encontrarem a 90 graus em relação ao tronco.

Se tiver dificuldades em mantê-los no ar por muito tempo pode deixar os pés apoiados em alguma parede ou banco, o que tornará essa etapa um pouco mais fácil.

A partir daí é preciso elevar os ombros em direção aos joelhos. Se for possível faça com os braços estendidos junto ao corpo ou segurando pesos de dois quilos.

Deve-se fazer 4 séries de 20 repetições cada;

exercicios-rapidos-perder-barriga-02

Plank – Deite-se com a barriga no chão e as pernas estendidas e vá elevando o corpo apoiando-o na ponta dos pés e nos antebraços, que devem estar flexionados no ângulo de 90 graus.

É fundamental que a coluna se mantenha alinhada.

Permaneça nessa posição com o abdome totalmente contraído.

Se conseguir, tire um dos braços do chão e deixe-o estendido à frente do corpo, repetindo depois com o outro.

Quatro séries de um minuto com intervalos de 30 segundos entre cada uma delas bastam na execução desse exercício;

exercicios-rapidos-perder-barriga-03

Abdominal Lateral – Deite-se do lado esquerdo e ponha a mão direita estendida em frente do corpo, tocando o chão, pois esse será o seu apoio durante o exercício.

O ombro direito e as costas não devem encostar no solo em nenhum momento. Levante as pernas e com os joelhos flexionados leve-as em direção ao peito.

Volte à posição inicial e repita do outro lado. Para completar essa etapa bastam duas séries de oito repetições com 30 segundos entre elas;

exercicios-rapidos-perder-barriga-04

Abdominal completo com joelhos estendidos – Deite-se de costas no chão e levante as pernas para o alto, colocando as mãos sob a lombar.

Levante o tronco até estar numa posição que lembra o sentar e siga olhando para a frente, mantendo o abdômen contraído.

Para os iniciantes a dica é no começo ajudar no impulso com as mãos. Em seguida desça devagar até voltar a posição de início, curvando bem a lombar. Nesse exercício bastam duas séries de oito repetições cada;

Confira o vídeo com exercícios para perder a barriga.

Dessa forma ao invés de você caminhar uma hora por dia você pode simplesmente fazer 15 minutos de uma atividade de alto impacto e ter exatamente o mesmo resultado.

Depois de realizar esses exercícios de alto impacto que servem para fazer com que o corpo queime gordura você deve então realizar atividades localizadas para tonificar e fortalecer a musculatura da sua barriga.

O mais importante é que você escolha uma atividade que você goste para que você possa praticá-la por bastante tempo não se sentindo desmotivado e sem vontade.

Se engana quem acredita que os abdominais clássicos são a única maneira de trabalhar a musculatura do abdômen. Arrisque-se.

Alimentação adequada para perder barriga

alimentacao-saudavel-perder-barriga

Além das atividades físicas, conforme já foi dito aqui anteriormente, é imprescindível também focar na sua alimentação buscando ter hábitos alimentares que contribuam não só na queima da gordura mas também na eliminação da mesma, bem como no funcionamento dos intestinos.

O que você deve evitar, primeiramente, são alimentos que se tornam açúcar rapidamente no sangue pois isso gera um maior acúmulo de gordura abdominal.

Esses alimentos são os açúcares mesmo, a farinha de trigo branca, o arroz branco e os carboidratos simples, entre muitos outros.

Dê preferência para alimentos integrais e carboidratos de baixo índice glicêmico pois eles são absorvidos pelo organismo de forma mais lenta, ou seja, são absorvidos à medida em que você está gastando energia, o que não permite que essa energia seja acumulada em forma de gordura na sua barriga.

Evitar as gorduras saturadas também é essencial para perder barriga.

Entretanto saiba que a gordura como do abacate, do azeite de oliva e de oleaginosas como a castanha e as nozes são muito benéficas para a saúde e ajudam a controlar o desejo por doces.

Consumir alimentos ricos em fibras também é fundamental para perder barriga.

Isso por que eles ajudam o intestino a funcionar adequadamente eliminando o inchaço causado pela constipação e também facilitando a eliminação do excesso de glicose do sangue.

Mas atenção, frutas e legumes, embora sejam muito saudáveis, ricos em fibras e vitaminas, quando consumidos em excesso acabam virando açúcar no sangue e favorecendo o acúmulo de gordura no abdômen.

Entretanto uma exceção para isso são as frutas vermelhas isso por que são grandes antioxidantes e também anti-inflamatórios e possuem baixo nível de glicose além de ajudarem a controlar a vontade de comer doces.

Nos demais alimentos é importante tentar optar sempre pela versão magra deles.

Prefira sempre as carnes magras, os derivados de leite que sejam desnatados, ovos e etc.

Além disso evite os alimentos industrializados pois além da gordura saturada, que já falamos aqui antes, eles ainda possuem alto teor de sódio o que promove a retenção de líquidos fazendo com que o corpo fiquem inchado, principalmente na área da barriga.

Consumir muita água também ajuda a melhorar o funcionamento do intestino e também a eliminar as toxinas que atrapalham na queima da gordura.

Você ainda pode turbinar a sua dieta com alimentos termogênicos. Sabe o que são os termogênicos?

Os alimentos termogênicos nada mais são do que alimentos capazes de acelerar o metabolismo, fazendo com que o corpo gaste mais energia mesmo quando está em estado de repouso.

Assim você queima mais gordura mesmo quando está praticando nenhuma atividade física.

Alguns exemplos desses alimentos são o gengibre, a canela, o chá verde, a pimenta e muitos outros.

O chá verde, além de ser termogênico, também é um poderoso diurético o que ajuda muito a acabar com a retenção de líquidos, diminuindo o inchaço.

Beber um copo de água com limão todas as manhãs, ainda em jejum, também ajuda muito no processo de perder barriga e de limpar o organismo.

Atenção

Obviamente tudo o que vocês está ledo aqui são dicas para ajudar você a perder barriga mas caso você já tenha algum problema prévio de saúde é imprescindível buscar a orientação de um profissional.

Isso por que treinos de alta intensidade não devem ser praticados por pessoas que já sofram de algum problema cardíaco ou de hipertensão.

Nesses casos os alimentos termogênicos também podem ser prejudiciais pois aceleram o metabolismo aumentando a frequência cardíaca.

Nesses casos é preciso atenção redobrada e também o acompanhamento profissional.