Como Saber se o Kefir está Estragado – Dicas para Reaproveitar!

Primeiro vamos entender o que é Kefir, visto que muitos não o conhecem, ou não sabem sua origem e muito menos se possui benefícios para a saúde.


Os grãos de Kefir são uma colônia de micro-organismos simbióticos que está imerso em um substrato, como leite, água açucarada, leite de coco, sucos etc.

Também pode ser definida como uma bebida fermentada que é originária da Bulgária, cujo substrato mais comum é o leite.

O Kefir pode ser usado de várias formas na culinária, cuidando do seu corpo de dentro para fora, sendo muito nutritivo.

Quais os benefícios do Kefir?

Muito utilizado na medicina europeia e asiática por causa das suas propriedades nutritivas, inclusive é muito similar ao iogurte natural.

A bebida possui altos níveis de vitaminas B12 e K2, cálcio, magnésio, biotina, folato, enzimas e probióticos. Os valores nutricionais variam de acordo com o leite que é feito.

É extremamente útil para melhora da digestão e da saúde intestinal, podendo melhorar sua imunidade, tratar de doenças inflamatórias intestinais, construir densidade óssea, lutar contra alergias, matar o fungo cândida e desintoxicar o organismo.

Além disso, o Kefir ajuda a emagrecer, tanto devido à melhora do funcionamento intestinal quanto por proporcionar saciedade, além de possuir pouquíssimas calorias, mas lembrando de que sozinho, não faz milagres.

Não podemos deixar de enfatizar que existe a melhora do sistema imunológico, portanto, já existe um grande motivo para consumirmos e melhorar nossa saúde.

Como saber se o Kefir está estragado

Primeiro é bom conhecer o Kefir, seu aspecto e consistência dos grãos, estes devem ser bancos, translúcidos e de textura elástica, embora seja um pouco lodosa. Alguns grãos podem flutuar, mas não quer dizer que estejam ruins.

Conhecendo o Kefir, agora precisa saber quando ele não está bom, por isso precisa observar se o tom do branco mudou. Além disso, o cheiro dele ficará desagradável, cheiro de azedo.

Além disso, se ele estiver esfarelado, é possível que esteja morto ou estragado, a solução é colocar em uma peneira, enxaguar e chacoalhar, se os grãos se aglutinarem, isso significa que pode ser salvo e formar uma nova colônia.

Por fim, se não fermentar, apresentará umas bolinhas normalmente, senão apresenta-las significa que está estragado, pode nem apresentar os sintomas anteriores.

Quando os grãos forem secos, o principal sintoma é a cor marrom ou alguns ficam de cor verde.

Em alguns casos, pode ser que o Kefir fique coalhado, porém pode ser só uma desproporção do leite ou da água, por isso você poderá mudar as quantidades para ver se fica normal. E o clima quente também pode estragar o Kefir.

Como reaproveitar o Kefir

Então, nem sempre o Kefir azedo é um Kefir estragado, por isso, você ainda pode reaproveita-lo. Com o Kefir azedo você pode aproveitar para diversas receitas, dependerá também da sua criatividade.

Atentar que se estiver com cheiro podre, isso significa que não serve para aproveitamento, por isso, fique atento, podre não é azedo.

Por isso, todas as receitas que você imaginar que possam conter iogurte, será possível aproveitar o Kefir, só pensar e substituir.

Eis algumas possibilidades: cream cheese de Kefir, ricota, bolo de iogurte, pão e entre outras ideias são opções para o uso do Kefir azedo.

Embora não seja muito divulgado aqui no Brasil, experimentar um alimento tão rico em nutrientes é algo que nos incentiva a conhecer a alimentação de culturas diferentes da nossa. Além de ajudar a melhorar nossa saúde.

Inclusive podemos ainda mencionar que é uma bebida que pode combater até o câncer, já que o consumo de alimentos fermentados é benéfico para o tratamento de diversos tumores. Por isso, bom apetite e aproveite o Kefir!